Comandemos por seu intermédio

Antes de significar dirigir, ordenar quer dizer sobretudo pôr em ordem, isto é, organizar. Um coronel não comanda 3 000 homens, um chefe de batalhão mil, um capitão 250. O coronel comanda 3 batalhões, o comandante quatro companhias, o capitão quatro pelotões; o chefe de secção quatro esquadras. Não esqueçamos isto! Instruamos nossos subordinados directos […]

Organizar o seu próprio trabalho

Na vida como no exército, o técnico está em importância geral, depois do organizador. Um dos nossos generais que desagradavelmente se notabilizou no passado, Bazaine, sofreu muitos dissabores porque preferia desempenhar um cargo de ajudante, indo a ponto de rectificar um tiro, corrigir a posição duma arma ou a posição dum atirador, sem nada atribuir […]

A lei da divisão do trabalho

Quanto mais um ser cresce em perfeição tanto mais se multiplicam os seus órgãos e se diferenciam no seu esforço: um órgão, uma função. É a lei da divisão do trabalho cuja inobservância conduz à confusão. O trabalho, sendo claramente diferenciado, pelos executantes, tem em conta as aptidões de cada um. Daí resulta um quadro […]

Os chefes que falam sempre

Em todos os conselhos há um escolho que o chefe deve evitar: o de falar muito. Os chefes que falam sempre e não sabem escutar e deixar falar os seus súbditos nunca saberão exactamente o que se passa, e, o que é mais grave, extinguem toda a iniciativa nos seus colaboradores. É graças ao concurso […]