Perseverança e tenacidade

As dificuldades existem para ser vencidas. Para um chefe, não constituem barreiras que o detenham, mas trampolins que lhe dão ocasião de se elevar, obrigando-o a vencê-las.

Um chefe, hábil e realista, não deve mudar muitas vezes de direcção. As mudanças muito frequentes inquietam os subordinados e tiram-lhes a confiança.

O êxito depende mais ainda da perseverança e da tenacidade na execução do que da habilidade na concepção.

O dom do chefe é o dom da energia. Mas, como dizia Foch, “por alma forte entende-se não a que conhece apenas as fortes emoções, mas antes aquela cujas fortes emoções não perturbam o equilíbrio”.