Para unir eficazmente os homens

Permita-se que um grupo fique, por algum tempo, sem chefe; dividir-se-ão as melhores vontades, dispersar-se-ão as energias mais bem temperadas, e aos atritos seguir-se-á a apatia.

Para unir eficazmente os homens em roda duma missão que se tem de cumprir, há que descobrir um chefe, princípio de unidade e de coesão, capaz de revelar e impor a todos o bem colectivo, capaz também de os prender a todos e de os encorajar na consecução dele.

Em toda e qualquer sociedade existem tantos elementos de discórdia quantos os membros, porque cada um traz consigo a tacanhez do seu egoísmo. Os conflitos, as desinteligências, a incúria universal encarregar-se-ão de, bem depressa, tudo desagregar, se a causa do bem comum ou da missão que se deseja cumprir em prol do comum não estiver garantida por um chefe responsável.