Mandar e obedecer com boa disposição

Sempre estive convencido de que o superior deve respeitar a personalidade dos seus súbditos; estes nunca realizam, evidentemente, o seu ideal absoluto. No entanto, devemos servir-nos de nossos subordinados tais quais são, utilizando as suas qualidades e até os seus defeitos, que muitas vezes não são senão exageros de qualidades.
(De Maud’huy)

Esforcemo-nos por mandar e obedecer com boa disposição; o homem mal humorado e o homem encolerizado são doentes, portanto seres de qualidade momentânea inferior. Sejamos sempre delicados com nossos inferiores; quando se é delicado, elevam-se aqueles a quem nos dirigimos; quando se é grosseiro, rebaixamo-nos a nós próprios. Frente ao superior, a indelicadeza é uma falta contra a disciplina, perante o inferior, é, além do mais, uma cobardia.

Só a delicadeza torna suportável a dureza duma censura.