A maior parte dos chefes tem de obedecer

A maior parte dos chefes tem de obedecer a superiores tanto como dirigir inferiores. Devem àqueles que lhes estão abaixo o exemplo da deferência e da obediência aos seus próprios superiores.

O verdadeiro chefe esforça-se por compreender o pensamento de seus superiores e concilia a independência e originalidade das suas concepções pessoais com o respeito pelas ordens legítimas. Sair dos limites traçados é não só insubordinação pessoal, mas também desordem, cuja gravidade aumenta na medida da responsabilidade que se tem sobre uma colectividade.